Como os Dados do Comércio Eletrônico de Moda  Transformam as Estratégias para Lojas Físicas

Como os Dados do Comércio Eletrônico de Moda Transformam as Estratégias para Lojas Físicas

Written by OmnilyticsDecember 10, 2020

Como os Dados do Comércio Eletrônico de Moda  Transformam as Estratégias para Lojas Físicas

Atualmente os varejistas precisam recorrer a várias fontes de dados para ganhar relevância de mercado e reagir antes da concorrência. Cada vez mais as tendências estão sendo estabelecidas pela demanda dos consumidores e não pela oferta das marcas.

Os relatórios de tendências tradicionais como WGSN, Pantone, Vogue e os feeds de mídias sociais, são fontes de dados comumente analisados para prever o que os consumidores desejam.

No entanto, estas abordagens já são insuficientes e estão sendo diariamente desafiadas a se adaptar a um novo cenário. Entenda porquê:

Necessidade de maior visibilidade

A Covid-19 continua a impactar o comportamento do consumidor de maneira inesperada.

Os dados históricos e os relatórios de tendências não são totalmente confiáveis e as tendências de mídias sociais são apostas que necessitam de análise cautelosa pelos varejistas para evitar o excesso de estoque.

As lojas físicas foram reabertas, mas as vendas no geral continuam abaixo dos níveis pré-pandemia. Sendo assim, as fontes de dados existentes são limitadas para a correta validação de demandas futuras e para efetuar planejamentos acurados, preservando margens.

Com o distanciamento social e redução drástica de custos, os varejistas também diminuíram a pesquisa de mercado comprometendo significativamente uma importante coleta de dados.

A necessidade de maior visibilidade dos dados do mercado e da atual demanda do consumidor para aumentar a confiança na tomada de decisões estratégicas torna-se crítica e urgente.

Oportunidades em Crop Tops: Desde de Outubro a Renner apresenta alto “sell-out” nesta subcategoria sinalizando insigths de alinhamento com demanda e assertividade do mix.

Fonte: 50,968 data points foram analisados os produtos online da Riachuelo e Renner no período de 01 de Julho a 30 de Novembro de 2020 rastreados pelo Omnilytics Dashboard.

Uma fonte de dados confiável para a indústria da moda

Os dados de comércio eletrônico e as informações de desempenho de uma loja online já são amplamente utilizadas por profissionais de marketing para entender o comportamento de compra do consumidor e aprimorar os funis de conversão. Agora, com a inteligência artificial, uma nova camada estratégica de dados está ganhando forte adoção na prática de merchandising, planejamento, compras e produto.

A plataforma de insights do mercado de moda Omnilytics utiliza uma combinação de aprendizado de máquina, reconhecimento de imagem e análise de palavras-chave para processar dados de comércio eletrônico de mais de 75 mil marcas e varejistas em 49 países e desenvolve benchmarks para posicionamento de marca, desempenho comercial e taxonomia de produto.

A plataforma identifica os sinais das demandas emergentes, efetua validação das tendências previstas e entende a competitividade no mercado para decisões mais acuradas sobre planejamento de sortimento, otimização de preços e expansão da distribuição.

Uma abordagem orientada por dados externos e tempo real complementa sua análise de negócio e traz a garantia de que o investimento será aplicado em reais oportunidades de crescimento e não em suposições.

Sortimento de Crop Tops: Diferenças no sortimento de cores por SKU entre Riachuelo e Renner.

Fonte: 50,968 data points foram analisados os produtos online da Riachuelo e Renner no período de 01 de Julho a 30 de Novembro de 2020 rastreados pelo Omnilytics Dashboard.

Como os dados comércio eletrônico podem transformar as lojas físicas

Impulsionar o crescimento dos negócios para o espaço online e físico é mais semelhante do que se supõe. Os impulsionadores de crescimento comuns incluem novidades de produtos, expansão de categorias, otimização de preços e promoções táticas.

Embora os varejistas online considerem os benefícios da análise de dados de comércio eletrônico uma solução óbvia, muitos outros não têm certeza de como isso pode impactar as lojas físicas e revolucionar seus processos.

Para ajudar os varejistas e marcas de moda a entender melhor os recursos e oportunidades potenciais para o crescimento dos negócios impulsionado por dados de comércio eletrônico, apresentamos abaixo três pontos principais de como isso pode ser obtido

#1   Ganhe vantagem competitiva no espaço físico

As lojas físicas normalmente oferecem variedades de produtos distintas dos sites, devido às diferenças na demografia do consumidor e sua disponibilidade para comprar.

Este cenário apresenta oportunidades para tendências online emergentes, validadas com análises de e-commerce (taxa de “new-in”, preço cheio de “sell-out”, faixa de preço percebida, taxa de reposição,, etc.), a serem exploradas e em seguida, introduzidas nas lojas físicas antes da concorrência.

Ao estabelecer uma profunda compreensão dos consumidores que compram offline com insights de dados de e-commerce, os varejistas podem ajustar as opções de cores, preços, profundidade do mix e dimensionamento de novos produtos para adaptá-los às lojas específicas.

Validação de preços: Distinção na oferta por faixa de preços de Crop Tops entre Riachuelo e Renner.

Fonte: 50,968 data points foram analisados produtos online da Riachuelo e Renner no período de 01 de Julho a 30 de Novembro de 2020 rastreados pelo Omnilytics Dashboard.

#2  Minimize o risco fazendo experiências antes de dimensionar

Com dados de comércio eletrônico revelando tendências emergentes e produtos validados por demanda, os varejistas podem testá-los começando com quantidades mínimas em apenas algumas lojas físicas selecionadas antes de distribuí-los para todas as lojas.

Em uma abordagem semelhante, os varejistas podem aproveitar insights de dados de comércio eletrônico sobre preços e mecanismos de promoção para lojas físicas por meio de experimentação antes da implementação completa.

Validação de Demanda: Lisos e Gráficos tem apresentado significativo destaque frente a outras padronagens para Crop Tops. 

Fonte: 50,968 data points foram analisados produtos online da Riachuelo e Renner no período de 01 de Julho a 30 de Novembro de 2020 rastreados pelo Omnilytics Dashboard.

# 3 Maximize a produtividade e a eficiência omnichannel

Por meio do monitoramento da rotina de análise de dados de comércio eletrônico, os varejistas podem garantir o principal sortimento online e também os best-sellers das lojas físicas.

Isso melhora a retenção, proporcionando ao cliente uma experiência familiar todas as vezes, seja navegando no site ou visitando a loja presencialmente.

Ao mesmo tempo os varejistas podem aumentar o engajamento oferecendo o catálogo online em lojas físicas, permitindo que os compradores sempre encontrem a disponibilidade de estilos, cores e tamanhos desejados.

A integração de estoques na plataforma de comércio eletrônico e nas lojas físicas oferece uma jornada de compras perfeita e conveniente que sem dúvidas aprimora a experiência da marca.

Principais Vantagens

  • Analisar apenas dados internos, relatórios de tendências e feeds de mídia social é insuficiente para prever a demanda e também perigoso quando aplicado sem a devida validação. 
  • Com a soma dos dados corretos, internos e externos, a visibilidade é ampliada para validar planejamentos e aplicar os sinais de demanda, levando à descoberta de insights acionáveis e tomada de decisão orientada a dados.
  • Com dados claros de comércio eletrônico, as oportunidades em um ambiente omnichannel serão potencializadas e os riscos minimizados com confiança.

Receive Weekly Industry Roundups

Sign up to receive the latest industry insights, news and weekly updates delivered straight to your inbox.

You might also like

Navigate the crisis with Omnilytics

Learn how our fashion retail clients make better decisions with ecommerce analytics